quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Novo mote

O próximo gajo que eu beijar será o último.

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

I'm in love

Sou uma eterna apaixonada. Apaixono-me com muita facilidade e intensidade. Desengane-se quem pensa que volto no mesmo registo, o dos gajos. Nada disso, aquilo de que falo é da paixão sem tesão. Sou apaixonada por objectos, animais, amigos e amigas. Coisas e pessoas que me fascinam e que tenho urgências em conhecer, em ver, em absorver tudo aquilo que têm para me oferecer.
Quando mudei de país, acho que foi isso que me custou, separar-me das minhas paixões. E não, não havia mouro na costa. Esclareço mais uma vez.
Mantenho essas paixões, à distancia, com muita saudade. A casa que tive que alugar, os amigos, tantos, o Jamaica antes de ter à entrada uma estrada côr-de-rosa que lhe deu o triste estatuto de ser in e frequentado por pessoas que dizem "encarnado", um certo oitavo andar em Miraflores e as pessoas que o preenchiam, as escadas de emergência onde fumava ilegalmente e tantas tantas outras coisas.
Demorei a perceber que, enquanto falava deste melancolismo que é viver fora, era isso que me faltava, paixões.
Comecei por me apaixonar pela cadelinha mais fofinha do mundo e, não me interpretem mal, que eu adoro-a de paixão (daí a redundância), mas este coração é muita grande e havia espaço por preencher.
Apaixonei-me outra vez, pelas gémeas mais giras que já vi, ainda que só por fotografia, pelas pessoas que conheci recentemente, pela A pessoa, a gaja (senhora gaja, sff) com quem mais me identifiquei desde que cá cheguei, o calmeirão mais pequenino que alguma vez vi e o sósia do Snowden. E mais haveria, se este post não estivesse já demasiado grande, secante e lamechas.
Eu cá, estou feliz. Por estar tão lamechas outra vez. Por ter encontrado os meus. Porque tudo ficou tão mais fácil.

terça-feira, 26 de novembro de 2013

Teaser

Apetece-me voltar.